Número total de visualizações de página

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Eis dois exemplos de um património único e valioso, mas que se encontram fora de Sefarad





Bíblia judaica (Tanach), elaborada na região de Aragão - Espanha, no ano de 1299.
É considerado como o mais antigo exemplar conhecido, onde estão ilustradas as alfaias do Templo de Jerusalém.
Esta tradição começou em Espanha, e supõem-se que este Tanach foi escrito e ilustrado por Salomão ben Raphael.

 

Biblioteca Nacional de França - Paris.





Iluminura de uma página do Tanach, Espanha, ano de 1470.
Nesta obra sagrada para o judaísmo, constam no seu interior  magníficas páginas iluminadas em língua hebraica, ricamente ilustradas com representações não figurativas de estilo geométrico.



Biblioteca Real de Copenhaga - Dinamarca.



Tanach תנ״ך - é composto por 24 livros, cinco são a Torá, oito o Nevim e onze o Ketuvim.

Este e demais património sefardita, continuará ausente da admiração do público espanhol e português até quando ?