Número total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Assim disse ele...




"...Hos judeos vii caa tornados
todos nuo tempo christãos,
hos mouros entã lançados
fora do reyno passados
Vimos synogas, mezquitas,
em que sempre erã dictas
e preegadas heresias,
tornadas em nossos dias
igrejas sanctas benditas..."








Garcia de Resende foi um homem que acompanhou bem de perto o evoluir da situação dos judeus portugueses, e nas suas crónicas rimadas, nota-se o reflectir da ideia dominante daquela época.

 O cronista Garcia de Resende, nasceu na bonita cidade de Évora no ano de 1470, e morreu nesta mesma cidade em 1536. Viveu durante os reinados de D. João II, D. Manuel I e D. João III, ambiente que lhe terá dado a oportunidade de desenvolver a sua actividade, e onde prestou serviços de relevante importância.
Já em 1491, Garcia de Resende era o secretário pessoal de D. João II. Foi também homem de confiança de D. Manuel, monarca que o conservou como secretário, tendo-o acompanhado em 1498 numa visita às cortes de Toledo.
Mais tarde, no ano de 1514, foi também secretário e tesoureiro da embaixada portuguesa, enviada pelo rei D. Manuel I ao papa em Roma.