Número total de visualizações de página

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

A tua imagem está gravada no meu coração...





A tua imagem está gravada no meu coração e é no meu coração que está também traçado o teu afastamento.
E mais do que ela me reanima, a tua imagem ausente aflige-me.
A tua separação confunde os meus projectos; o teu exílio impede e torna tortuosos os meus caminhos.
É por tua causa que a minha alma foi abatida e o meu orgulho foi humilhado.
A ponto que os sicômoros se levantam acima do meu cipreste e que o arbusto do hisope pareça mais alto que os meus cedros;
Que o morcego ultrapasse o meu abutre e que a mosca voe por cima das asas da minha águia; (…)


Judah Abravanel, conhecido como Leão Hebreu (1465-1535), médico, filósofo e poeta, judeu português nascido em Lisboa, filho de D. Isaac Abravanel.



(Breve passagem de um poema escrito em Itália, no ano de 1503, dedicado ao filho do autor, Isaac, de 12 anos, que ficou na cidade de Lisboa e que fora convertido à força ao catolicismo.
Primeiramente elaborado na língua hebraica, a tradução para o português é citada por Fiama Hasse Pais Brandão num artigo do Jornal de Letras, de 26 de Maio de 1981.)





Retirado do Blogue Rua da Judiaria