Número total de visualizações de página

quarta-feira, 31 de agosto de 2011


"Oh homem, atira para a frente..."



Durante a "Grande Guerra Patriótica", os soldados russos lutam ferozmente nas suas trincheiras contra o inimigo alemão. De pé, com a espingarda sempre em actividade, procuram um alvo no campo inimigo que está a uma curta distância, em frente deles.

O sargento passeia-se satisfeito com o patriotismo e a lealdade dos seus subordinados, até que de repente descobre que Shlomo, o único soldado judeu do batalhão, aponta a espingarda para cima e dirige para lá as balas.
– Imbecil, Cretino – grita-lhe o sargento – tens de atirar em frente.
– Como em frente camarada sargento? Não vê que em frente há homens?