Número total de visualizações de página

terça-feira, 29 de julho de 2014

Visão em um Sonho







Desenho : © Matt & Andrej Koymasky, 1997 - 2008




"Meus prados estão banhados pela luz das estrelas. Será que agora minha colheita perdida retornará renovada? Tenho um delicioso prado e um vinhedo, O tambor está comigo e é minha a boca na flauta. O bracelete retorna a meu braço, E o anel de ouro a meu nariz. E seu palácio e minha morada Defrontam-se face a face. Então eu regressei para a sua unificação, Coração e sentidos reunidos. Possa isto intoxicar a alma, Possa a língua anunciar alegremente esta união."


Judah ben Samuel Halevi‏
(1075–1141)


Poeta e filósofo judeu religioso, nascido em Tudela (Navarra), foi uma das figuras intelectuais mais importantes da Espanha medieval.



Poema retirado de: lounge.obviousmag.org/ordem




Istanpitta - Atesh Tanz









Descubra as diferenças...




Comportamentos 
distintos !!!






Catapultas e máquinas de cerco em Palmela








Via: Portugal Romano



sexta-feira, 25 de julho de 2014

A frase da semana






Retirado de: wwwjuliodantas.blogspot.com





"A mulher que se beijou e não se teve, que se adivinhou e não se possuiu, transforma-se para nós numa obsessão, numa preocupação doentia."



Júlio Dantas



A ONU mais uma vez tem dois pesos e duas medidas







Sempre que Israel está envolvido em conflitos em Gaza ou no Líbano, a ONU rapidamente acusa o estado hebraico de violação dos direitos humanos e de crimes de guerra perpetrados contra populações civis.


Em outros conflitos no mundo, como aconteceu na Chechenia, Curdistão turco, Balcãs, Sudão, e actualmente no leste da Ucrânia, esta mesma ONU é estranhamente silenciosa e muito pouco actuante em relação à violação dos direitos humanos ali ocorridos.


Estranho !!!






Uma nova rádio nasceu




Comunidade Judaica de Belmonte
Comunidade antiga, presença histórica dos judeus sefarditas








Durante toda a época da inquisição, esta comunidade local conseguiu preservar muitos dos ritos, orações e relações sociais. Apesar da pressão para a diluição na sociedade católica portuguesa, muitos dos belmontenses cristãos-novos continuaram a casar-se apenas entre si durante séculos.


Em 1989, a comunidade é reconhecida oficialmente e em 1996 inaugura a sinagoga “Beit Eliahu” (Filho de Elias), precisamente numa das ruas da antiga judiaria. Também o cemitério judaico foi aberto em 2001. Desde 2005 está igualmente aberto ao público o Museu Judaico, que retrata a história da presença sefardita em Portugal, usos, costumes e que integra um memorial sobre as vítimas da inquisição.






Fotografias de R@fael Baptista e do Município de Belmonte



(Enviado gentilmente por Margarida Castro)



domingo, 20 de julho de 2014

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Essaouira (Parte II)




Sinagoga Haim Pinto








Essaouira (Parte I)








Mellah é a designação para o antigo bairro de
 judeus em Marrocos


Nas cidades, o mellah estava rodeado por uma muralha com uma porta fortificada. Em geral, os seus habitantes desempenhavam um papel importante na economia local. Bairros situados habitualmente junto a palácios ou a residências de governadores locais, para assim ser mais fácil proteger os seus habitantes dos distúrbios recorrentes.

A população judia de Marrocos começou a ser confinada em mellahs no início do século XV, um processo que se intensificou a partir do início do século XIX. Hoje em dia e desde os anos 1950 e 1960, todos os mellahs se encontram abandonados devido à partida da maioria dos seus habitantes para Israel, o que provocou o estado de ruína em muitos dos seus edifícios ou a ocupação das casas por não judeus.









 Porta e rua do Mellah de Mogador, actual Essaouira (Al-Suwayra).



Sinagoga Rabino Haim Pinto






Foto de Barak Kassar, (2009).







http://www.360cities.nety 
The Diarna Project 




Via: www.essaouira.nu
blog.travel-exploration.com
jewishrefugees.blogspot.pt




domingo, 13 de julho de 2014

Segóvia - Aventuras no Bairro Judeu







Acompanhadas por histórias e músicas tradicionais, onde os visitantes poderão conhecer o bairro judeu em busca de uma misteriosa personagem que se esconde nas ruas. Jogos, músicas, histórias e mistérios, um dia repleto de aventura no bairro judeu. 


JuderíaTurismo Sefarad 
Segóvia. Aventuras no Bairro Judeu 
Data do Evento:
Terça-feira, 5 de Agosto, 2014 
Hora do evento: 11h30 - hora de Espanha


Localização: Ruas de Segóvia 
             
Duração: 90 minutos 

Mais informações: http://www.turismodesegovia.com 


Ponto de encontro: Praça do Corpus Christi, em frente à antiga sinagoga. 

Crianças até aos 5 anos não pagam.



Via: www.casasefarad-israel.es






Casamento em Tânger






"Casamento judeu em Tânger", por Francisco Lameyer y Berenguer, Madrid 1875‏.





A frase da semana








As raças extinguem-se, os homens digladiam-se…mas só as ideias permanecem.”



António Nunes Ribeiro Sanches

(1699-1783)



sexta-feira, 11 de julho de 2014

Vamos ter calma...








Tzahal já chamou os seus reservistas




Centenas de mísseis e morteiros pesados têm caído esta semana em Israel, num claro ataque a um país soberano.
Por cá, alguns meios da comunicação-social a soldo da propaganda islamista do Hamas, fazem eco apenas da resposta do IDF, como se Israel não tivesse a legitimidade e o direito de se defender perante ataques contínuos contra o seu território.




Elementos do Hamas.




Cidade de Ashdod, após a queda de um míssil.




Gaza, depois de um ataque da aviação israelita.




O estado de prontidão do Tzahal é notório.



Pelo menos, 40 mil reservistas já foram chamados perante o agudizar da tensão entre Gaza e Israel.




Fotos retiradas da: www.bbc.com/news/world-middle-east



segunda-feira, 7 de julho de 2014

Convite




Salão nobre da Câmara Municipal de Lisboa
Dia 9 de Julho, pelas 17h30






Elina Duni Quartet









Elina Duni é uma cantora em cuja música o jazz engloba a exploração das canções tradicionais dos Balcãs. 




Dia 5 de Setembro de 2014.
Concerto único no CCB - pequeno auditório, pelas 21h00. 




quinta-feira, 3 de julho de 2014

Pequenos detalhes




Martim Moniz




Actualmente, a Praça do Martim Moniz é um espaço ligado ao mundo e sua vertente mais vísivel encontra-se no "Mercado de Fusão", diversos quiosques que oferecem ao visitante uma variedade de produtos, desde mercearia a roupa, cada um com uma especialidade gastronómica de diferentes países.













Pequena igreja mandada construir neste local em 1505, em agradecimento pelo fim da epidemia da peste. O actual templo é datado do século XVIII e apresenta uma fachada simples e um interior barroco com pinturas e azulejos da época.







Rua Barros Queirós







Largo de São Domingos





Monumento em memória dos "conversos", vítimas da intolerância religiosa, assassinados no massacre iniciado a 19 de Abril de 1506 no Largo de São Domingos.








Teatro Nacional D. Maria II, localizado na Praça de D. Pedro IV.






Fotografias de R@fael Baptista (Julho de 2014).