Número total de visualizações de página

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Sinagoga Abuhav  - cidade de Safed








Esta sinagoga foi designada assim, em homenagem ao rabino Isaac Abuhav de Portugal, mas há ainda um pouco de ambiguidade por detrás das origens da Sinagoga Abuhav, localizada na cidade mística de Safed.

A sinagoga foi construída no século XVI, e uma das suas particularidades é que dentro do Aron Kodesh (Arca sagrada), está lá colocado um antiquíssimo e precioso Sefer Torá, escrito há 500 anos atrás, pela mão do famoso rabino de Portugal, Isaac Abuhav.
O pergaminho é o mais antigo nas tradições de Safed, e muitas lendas são associados a ele. Durante todos os anos, só é retirado e lido em apenas três ocasiões: Rosh Hashaná, Yom Kippur e em Shavuot.
Outro rolo da Torá na sinagoga Abuhav, é o livro do rabino Solomon Ohana, um cabalista de Fez, Marrocos, que se mudou para Safed no século XVI.
A sinagoga foi reconstruída duas vezes desde a sua criação, em ambas as vezes devido a terremotos.
A primeira vez foi em 1759, quando um grande terremoto quase destruiu Safed. (Apenas a parede da sinagoga que contém as Arcas Santas permaneceu intacta).
O segundo terremoto, em 1837, matou milhares de judeus e destruíu Safed. A sinagoga foi reconstruída e dedicada em 1847.
A Bima está no centro e os bancos para a congregação são organizados em torno dele, como era costume em antigas sinagogas.
O interior da cúpula da sinagoga é decorada com representações de instrumentos musicais, que foram usados ​​no Templo de Jerusalém (Beit Hamicdash), os símbolos das tribos de Israel e quatro coroas, representando a coroa da Torá, a coroa sacerdotal, a coroa real e uma coroa única, a Safed: "a coroa da redenção iminente."