Número total de visualizações de página

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Assim disse ele...


“Na História del Reyno de Portugal, quase todas as famílias nobres se tinham misturado por casamento com judeus sem impedimento”. Acrescentando ainda: “…Perigam na honra, bebem os erros no perigo, e são uma constante e perpétua mancha na nobreza…”.


http://guerradarestauracao.files.wordpress.com/2008/04/e_1090_v.jpg


Frase atribuída a D. Manuel Faria e Sousa, que se  fundamentou no testemunho de um sacerdote jesuíta.
No século XVII, havia principalmente no clero, esta ideia da  existência de uma degeneração da nobreza portuguesa, “contaminada” há muito pelo sangue judeu.